INGLÊS À BRASILEIRA

 

Um ponto importante a ser esclarecido também ao se aprender um novo idioma é saber, de forma clara, que há uma diferença entre a língua falada e a língua escrita, ou seja, entre entre o inglês formal e informal. Existe um tópico muito explorado em nossas aulas e colunas que se chama, em inglês, de USAGE. Usage é o emprego ou uso correto das palavras e/ou expressões idiomáticas.

Muitas pessoas, após alcançarem um domínio relativo do idioma, se sentem muito seguras ao utilizá-lo, pois já possuem um bom vocabulário e têm a capacidade de verter tudo que querem expressar para o idioma. Entretanto, às vezes, esquecem completamente de que traduzir literalmente uma sentença ou palavra para o idioma não significa que se está falando corretamente. É preciso ir um pouco mais além para chegar a um nível em que se adquire uma sensibilidade natural para perceber que traduções literais não soam natural no outro idioma. A fim de chegar a este nível na língua, você deve procurar ler bastante no idioma em que você deseja ter domínio.

Há algum tempo atrás, eu aplicava um teste aos meus alunos e percebi que uma aluna estava um pouco ansiosa e apreensiva com a prova. Ao entregar os testes, a mesma olhou, olhou, olhou e disse: “Teacher, it gave me a white!” – Levei algum tempo para entender o que ela queria dizer, mas ao traduzir literalmente cheguei a sentença: “Professor, me deu um branco!” – Esse é apenas um exemplo do que se chama de mal emprego do idioma. Trata-se de um problema de “usage”, ou seja, embora gramaticalmente bem estruturada, a sentença contém erro gravíssimos que certamente impediriam a comunicação num ambiente onde o idioma é falado como primeira língua.

O primeiro erro está no uso da palavra TEACHER como pronome de tratamento. Erro muito cometido em inúmeras escola de inglês. Teacher é um substantivo. Ao se dirigir ao seu professor, utilize a forma Mr. (mister) para o sexo masculino e Mrs. (Mistress – pronunciado /missêz/) seguido do último nome. Na nossa cultura, somos mais informais e descontraídos que os americanos, pode-se usar simplesmente o primeiro nome. No caso acima, ficaria:

Luiz, my mind went blank!Este é o uso correto da sentença acima.

Erros como esses são muito freqüentes na língua inglesa e a fim de evitá-los ou minimizá-los, aqui vão algumas sugestões.

  1. Manter sempre em foco o que se pretende dizer no idioma pensando um pouco antes de falar.
  2. Questionar se o que você acabou de dizer poderia ser dito de outra forma – sempre.
  3. Ler revistas, jornais, livros e assistir a entrevistas onde o idioma é usado de uma forma natural.
  4. Sempre que tiver uma oportunidade, conversar com nativos do idioma a fim de observar como se expressam e que tipos de construções usam nas mais diversas situações.
  5. Ser curioso. Se tiver dificuldades para ler ou achar muito monótono, procure assuntos que lhe interessam, pois  aumentam a sua tolerância o que, consequentemente, aumentará o seu tempo de leitura.
  6. Fazer uso de AUDIO-BOOKS, muito comuns numa seção das grandes livrarias do Brasil hoje em dia. Existem livros, artigos, seminários etc. gravados em CDs ou fitas cassetes que trazem informações preciosas condensadas que lhe dão o supra sumo de determinados assuntos, aumentando não só o seu conhecimento no assunto em questão, mas melhorando o seu inglês também.
  7. Gravar sua voz de vez em quando e compará-la com a de um nativo do idioma. Ouça, sem receio, com muita atenção e espírito crítico. Somente dessa forma temos uma perspectiva exata de como pronunciamos as palavras em inglês.
  8. Utilizar música, como fazemos em nossas aulas, para aprender vocabulário, pronúncia e fluência no idioma. A pessoa não apenas aprende mas também espanta os seus males.
  9. Criar pequenos intervalos de tempo durante o dia para somente falar em inglês.
  10. Ao fazer compras de produtos importados, ler as etiquetas nos produtos (labels), observando o vocabulário utilizado para descrever o conteúdo dos mesmos.

About Prof. and Interpreter Luiz C. Carvalho

EM PORTUGUÊS (SEE BELOW FOR ENGLISH VERSION) Luiz Claudio Carvalho, Professor, Tradutor, Interprete e Locutor(Voice-over) profissional, tem mais de 23 anos de experiência como professor de inglês, na área de treinamento de professores, tradução e interpretação. Luiz é um incansável aprendiz da língua inglesa que procura o melhor para os seus alunos e para aqueles que querem fazer uso de seu profissionalismo nas respectivas areas. Sua experiência e especialização no idioma podem ser resumidos pela aquisição com sucesso dos certificados de proficiência mais renomados no idioma, tais como os das universidades de CAMBRIDGE, OXFORD, MICHIGAN, LYNN UNIVERSITY, FAU, Miami Dade College, entre outras. Nos últimos 10 anos, Luiz Claudio Carvalho esteve residindo nos Estados Unidos e viajando por toda a América, lecionando inglês como segunda língua e português para norte-americanos e canadenses, trabalhando como intérprete e tradutor, mas com foco sempre em desenvolver novas técnicas, aprimorar metodologia e observar na prática explorando técnicas adequadas para acelerar o processo de aprendizagem do idioma. Através dessa oportunidade e experiência, o Prof. Luiz Carvalho desenvolveu o curso INTERaction: Um curso voltado especificamente para conversação, onde as principais estruturas gramaticais são contextualizadas de uma forma agradável e dinâmica muito peculiar, com o intuito de tornar você, estudante de inglês, um falante nato da língua no menor espaço de tempo possível. E-mail: luizcarv@hotmail.com or luizcarvalhobrazil@gmail.com
This entry was posted in INGLÊS - ENGLISH. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s